Barraca de camping com Internet e os cambaus


>> Início :: Aventuras :: Barraca de camping com Internet e os cambaus




Todo mundo tem o direito de sair da loucura da cidade, não é? Ouvir o som dos pássaros, beber água da fonte, contar histórias assustadoras em volta da fogueira… Mas, e se der vontade de assistir pela décima terceira vez seu episódio favorito de Star Trek? Uma empresa inglesa de tecnologia chamada Orange acabou com esse problema. Criou uma barraca capaz de tornar o camping uma experiência prazerosa até para os nerds, mesmo nos buracos mais longínquos do planeta.

Ela ainda é um projeto, mas bem promissor. A barraca tem três abas flexíveis e móveis na parte de cima, que esticam um tecido preparado para captação de energia solar. É só mover durante o dia e conseguir o máximo que o sol pode te dar. Para quê? Ora… Carregar celulares e iPods, nutrir um sistema de internet sem fio e ainda acender a luz dentro de sua barraca – lanternas e pilhas são para os fracos, afinal.



Um nerd mais aflito pode perguntar: “Ué… Mas eu tenho que ficar sempre perto da barraca quando quiser alimentar meu Facebook com as fotos lindas que eu tirei da cachoeira com meu iPhone?”. Ora… Claro que não! A mesma empresa desenvolveu também um sistema para carregar celulares apenas… pisando. É isso mesmo. Você pisa em uma engenhoca parecida com uma bomba de encher pneu de bicicleta, o ar gira uma ventoinha e esta produz energia para carregar seus aparelhos! É claro que sua conexão deverá ser via satélite, porque sinal de celular na Chapada dos Veadeiros ou em São Tomé das Letras é bem difícil de encontrar. Mas nerd que é nerd resolve esse problema rapidinho. Olha só o vídeo demonstrativo:

“Mas… E os mosquitos? O sol na cara? E todos aqueles hippies tocando reggae no violão?”. Calma, calma. Se a vida natural não é a sua, outra empresa criou a solução perfeita. Que tal acampar no meio da cidade? Arquitetos da Bélgica criaram uma espécie de “casa na árvore” de ferro, que pode ser colocada em qualquer metrópole e abriga quatro barracas. Deu vontade de sair para comprar um novo HD portátil de um terabyte? É só atravessar a rua.














Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *