Casa de garrafa pet


casa de garrafa pet


VIVIENDAS ECOLOGICASwww.casasconbotellas.com

Casa de Garrafa Pet

Todo Brasileiro que mora de aluguel sonha em ter sua casa própria, muitos esbarram no fator dinheiro. Mas saiba que agora você pode voltar a sonhar.

Com apenas R$8.000,00 Antônio Duarte construiu sua casa no Espírito Santo. Veja a matéria
O Governo da Bolívia também já constrói essas casas à tempos. Veja a matéria

Agora chegou a sua vez.

Fazendo um resumo dessas duas matérias montamos o seguinte questionário:

 

Dúvidas gerais

1 – Quanto se gasta para fazer uma casa dessas?
Normalmente podemos dizer que o custo baixa entre 40% e 60 %, com respeito ao preço da construção tradicional, dependendo do tipo de obra que estamos construindo.

 

Antonio comentou também que o valor de R$ 8 mil para cada unidade é, principalmente, porque as garrafas atuam como economizador de cimento.

2 – A casa é segura mesmo o vento não leva?
O resultado surpreendeu, dando resultado de 1,94 MPa (Mega Pascal), medida de resistência. A tolerância para blocos de concreto, de acordo com o autor da ideia, é de 1,5 MPa.

“No começo, disseram que o vento ia levar, mas nós fizemos os testes, contratamos até engenheiros e confirmamos que a casa é segura”, destacou Antonio Duarte. Além do baixo custo e do fator reciclagem, a casa de garrafas traz outros benefícios.

3 – Como é a temperatura da casa?
Os tijolos são materiais que absorvem calor e não conseguem dissipar. Com esses blocos feitos com garrafas, as casas ficarão bem mais frias”

Em geral pode-se dizer que é um desenho bioclimático, o que significa que quando estiver frio lá fora, dentro será quente e vice-versa.

4 – Quantos dias leva para construir uma casa do tamanho acima?

Para construir uma casa dessa, nós estamos utilizando blocos feitos com cimento, areia e as garrafas. Quando tivermos todas as formas, posso garantir que cada casa será construída em apenas três dias”, explicou.

 

 

A construção

 

 

5 – Qual a média de garrafas pet preciso juntar para montar minha casa?
Com 46 metros de área coberta, sendo dois quartos, sala, cozinha e banheiro, o projeto piloto de Antonio Duarte leva em conta as projeções estabelecidas para financiamento da Caixa Econômica Federal e reuniu 2.700 garrafas pet.

6 – Que tipo de garrafas podem ser usadas?
Em geral pode-se usar todo tipo de garrafas plásticas, o único segredo é ter a quantidade suficiente para terminar a obra. Podem ser usadas diferentes garrafas em uma obra, mas não devem ser misturadas na mesma parede.

 

 

7 – Como construímos as colunas e qual a proporção da mistura?
Nas colunas podem ser usadas garrafas de 500 ou 600 ml formando um círculo de 11 garrafas. No centro amarramos entrelaçadamente os gargalos com sisal ou nylon. A mistura pode ter uma proporção de 1:6:0,5 (1 de cimento, 6 de areia e meia de cal), mas muitos projetos mais simples usam somente barro para construir as paredes e colunas.

 

8 – Como se amarram as garrafas em uma parede?
Usa-se sisal ou fios de nylon normalmente utilizado na agricultura. Devemos amarrar cada garrafa entre si como se fosse uma rede tanto nos gargalos quanto na base da garrafa . A base é entrelaçada dando uma volta com o laço quando a colocamos. Nos gargalos, igualmente, damos uma volta de modo a entrelaçar umas com as outras em uma forma losangular.

9 – Qual a proporção da mistura das paredes?
Nas paredes são usadas normalmente uma mistura de terra com calcário/barro muito similar a argila onde ainda pode ser acrescentada a palha de arroz. A proporção é de 1:6:1 (1 de cimento, 6 de argila e uma de cal). Esta mistura com o cal e cimento serve para evitar problemas em épocas de chuva.

A mistura pode ser ainda a mesma usada para fazer as colunas com uma proporção de 1:6:0,5 (1 de cimento, 6 de areia e meia de cal). Para a construção de cabanas pode se utilizar a mistura com a proporção de até 1:10:0,5 (1 de cimento, 10 de terra e meia de cal).

10 – Como as garrafas são preenchidas?
Usa-se um funil que pode ser feito com o gargalo de uma garrafa menor. Para enchê-las podem ser utilizados quaisquer sólidos como terra, areia, palha de arroz ou trigo e inclusive resíduos de compostagem. O importante é que quanto mais seco é o material, mas fácil se enchem as garrafas.

VIVIENDAS ECOLOGICASwww.casasconbotellas.com

VIVIENDAS ECOLOGICASwww.casasconbotellas.com




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ oito = nove

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>